Novidades

Tudo sobre Arquitetura: 8 verdades que você precisa saber antes de contratar um arquiteto

Nos últimos tempos, as pessoas têm dado mais a atenção a boa apresentação do lar, empresa, escritório ou outros estabelecimentos, não só se preocupando com um local habitável, mas também com um ambiente agradável e bonito de se estar e receber convidados.

Para tanto, elas recorrem ao profissional especializado para tal tarefa, o arquiteto. Profissional contratado geralmente para acompanhamento da obra ou consultoria, e que, tem sido muito mais valorizado e reconhecido do que antes.

O que muitos não sabem é que existem diversas formas de um arquiteto contribuir para sua obra. Muitas vezes a não contratação dele lhe faz perder tempo e dinheiro, justamente por falta de conhecimento.

Está na hora de mudar isso, não é mesmo?

Confira abaixo algumas verdades que você precisa saber sobre este profissional:

1. Investir é economizar:

Muitas vezes evitamos contratar profissionais qualificados para nos prestar serviços como medida de economizar e por achar que os honorários serão altos demais.

Porém, a contratação de um arquiteto minimizará a margem de erros de sua obra, além de ter um profissional qualificado para acompanhar sua obra, lhe poupando tempo.

No fim, todo esse investimento retornará mais rápido do que se tivesse feito tudo sozinho.

2. Arquitetos prestam vários tipos de serviços:

Um arquiteto nem sempre é contratado para acompanhar a obra toda. Ele pode prestar serviço de consultoria, lhe dar algumas orientações para começar a obra ou indicar fornecedores.

Ele também pode montar o projeto de acordo com suas especificações, deixando tudo no papel e o resto por sua conta.

Ou, como já dito antes, ele pode acompanhar toda a obra desde o início até o fim, tornando-se responsável por todo o planejamento.

Confira alguns desses tipos de serviços e áreas no vídeo da Arquiteta Taísa:

0

3. Existem arquitetos com diferentes especialidades:

Assim como nas áreas de publicidade, estética, coaching, dança ou muitas outras, existem arquitetos com expertise para determinadas coisas.

Afinal, aquele profissional que tem conhecimento profundo em determinado assunto, é mais qualificado do que aquele que sabe um pouquinho de tudo.

Ter uma especialidade define a qualidade do trabalho de seu arquiteto, pois, ele entenderá exatamente o que você quer para sua obra.

Portanto, procure um especializado no tipo de projeto que você pretende executar. Avalie seu portfólio, suas habilidades, clientes para quem trabalhou e se o tipo de trabalho dele combina com as suas exigências.

4. O arquiteto é seu aliado:

Em uma obra, o arquiteto é quem estará à frente de tudo e falará diretamente com pedreiros, engenheiros e outros envolvidos.

Ele representará sua obra, conhecerá qual a sua intenção e suas exigências, portanto, deixe claro o que planeja e ouça suas ideias, ele é pago para isso.

Além disso, ele saberá falar na mesma linguagem com os construtores, argumentando e observando se está tudo conforme o que você pediu, por isso deve-se contratar um profissional de sua confiança.

5. Só diploma não basta:

Não adianta procurar um arquiteto formado na melhor universidade ou com diversas especializações. É preciso saber se ele é qualificado para o trabalho e se poderá executá-lo.

Verifique se ele possui registro no CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), trata-se de um documento importante para os arquitetos, assim como a OAB é para os advogados. Saiba se ele é um profissional de confiança, busque referências com amigos, clientes e fornecedores.

6. Arquitetura não é um serviço de luxo:

Ao contrário do que muitos pensam, arquitetura não é um serviço só para quem tem muito dinheiro ou fará uma obra grande e suntuosa.

Contrata-se um arquiteto quem deseja que sua obra seja bem planejada, com o mínimo possível de erros, contratempos e dores de cabeça futuras.

O arquiteto é uma parte importante de uma obra bem planejada, principalmente para, após seu término, conservá-la em perfeitas condições por muito tempo.

Além disso, com o planejamento completo feito pelo arquiteto ou apenas algumas orientações, a obra terminará muito mais rápido.

7. Arquiteto não é engenheiro:

Diferente do engenheiro, ele visa a qualidade de vida, o convívio humano, por isso é perfeito para quem reforma a casa ou locais para as pessoas socializarem.

No caso do engenheiro, faz cálculos para manter o edifício ou casa em pé, pensando na estrutura do local, trabalhando em conjunto com o arquiteto.

8. Arquiteto também não é designer de interiores:

Assim como o engenheiro, o designer de interiores também trabalha em conjunto com o arquiteto. Este, também pensa na qualidade de vida e no convívio humano, mas somente na parte interna da casa, no que diz respeito a móveis e decoração que irão complementar o trabalho do arquiteto.

Essas foram algumas das verdades que lhe ajudarão na busca por um arquiteto ou até mesmo se planejar para começar uma obra na sua casa ou outro estabelecimento.

Se quiser mais dicas sobre arquitetura, fique atento as novidades do blog ou mande suas dúvidas para nós!

 

Inspiração

Hoje, Le Corbusier faria 128 anos!

Charles-Edouard Jeanneret-Gris, mais conhecido pelo pseudónimo de Le Corbusier (La Chaux-de-Fonds, 6 de Outubro de 1887 — Roquebrune-Cap-Martin, 27 de Agosto de 1965), foi um arquiteto, urbanista, escultor e pintor de origem suíça e naturalizado francês em 1930.

É considerado, juntamente com Frank Lloyd Wright, Alvar Aalto, Mies van der Rohe e Oscar Niemeyer, um dos mais importantes arquitectos do século XX. Conhecido por ter sido o criador da Unité d’Habitation, conceito sobre o qual começou a trabalhar na década de 1920.

lecorbusier2

 

Notícia

Paulo Mendes da Rocha leva mais um prêmio internacional

Paulo Mendes da Rocha ganhou a medalha de ouro 2017 do Royal Institute of British Architects (RIBA), importante instituição de arquitetura mundial, em reconhecimento ao trabalho de uma vida inteira. Essa é a terceira consagração internacional que o arquiteto de 87 anos recebeu só este ano: ele também foi agraciado com o Leão de Ouro da Bienal de Veneza e declarado o vencedor do Prêmio Imperial do Japão 2016. Depois de Oscar Niemeyer, em 1998, Mendes da Rocha é o segundo brasileiro a receber a honraria do RIBA, que olha para sua obra como uma contribuição para o avanço da arquitetura. Em 2006, Mendes da Rocha ganhou o Pritzker, assim como Niemeyer. Seis anos antes, levou o Prêmio Mies van der Rohe pela Pinacoteca de São Paulo.

 

Paulo Mendes da Rocha ganhou a medalha de ouro 2017 do Royal Institute of British Architects (RIBA), importante instituição de arquitetura mundial, em reconhecimento ao trabalho de uma vida inteira.

Notícia

Fernando Mendes lança móveis inéditos de Sergio Rodrigues

Antes de vir à cena, a cadeira Gaia era apenas um dos muitos desenhos arquivados no Instituto Sergio Rodrigues, localizado em Botafogo, onde o mestre carioca atuou até 2014, ano de sua morte.

“Sergio projetava à mão livre e fez inúmeros esboços, alguns nunca vistos. O da cadeira Gaia, ele rabiscou numa folha de papel A4 na escala 1:5, o que me possibilitou executar o protótipo”, revela Fernando Mendes, designer e primo do renomado arquiteto.

Primos e amigos, os arquitetos e designers Fernando Mendes e Sergio Rodrigues (1927-2014) compartilhavam a paixão pela marcenaria e trabalharam juntos em diversos projetos de design e arquitetura.

O desenho a mão livre da cadeira Gaia, recuperado durante a organização do arquivo do Instituto Sergio Rodrigues, não chegou a se transformar sequer em protótipo na década de 1980. Com mínimos ajustes, Fernando Mendes conseguiu dar vida a mais essa peça de Sergio.

Notícia

A caneta que desenha circuitos

Caso você estude engenharia elétrica ou apenas seja interessado por assuntos deste gênero, sabe que construir um circuito nem sempre é algo simples — afinal de contas, você precisa dos materiais corretos, entre outras coisas.

Read more

Citação

Oscar Niemeyer

Se a reta é o caminho mais curto entre dois pontos, a curva é o que faz o concreto buscar o infinito.

Notícia

Hoje, Vilanova Artigas completaria 101 anos!

João Batista Vilanova Artigas (Curitiba, 23 de junho de 1915 — São Paulo, 12 de janeiro de 1985) um dos principais nomes da história da arquitetura de São Paulo, seja pelo conjunto de sua obra aí realizada, seja pela importância que teve na formação de toda uma geração de arquitetos.