Sem categoria

Entrevista sobre o uso de Portas Mimetizadas

Copa – Conjunto Itália
Foto: Alexandre Disaro

Entrevista

 

Por: Raphael Wittmann (RAWI Arquitetura + Design)

Em entrevista concedida à revista Casa Interiores & Paisagismo, conversamos sobre o uso de portas mimetizadas, com destaque para o projeto que desenvolvemos para um escritório de advocacia no Edifício Itália, ícone da arquitetura moderna paulistana.

 Conte um pouquinho da história e estilo do projeto em questão.

A intervenção nesse conjunto, de 145m², situado em um dos edifícios mais icônicos de São Paulo – o Edifício Itália, proporcionou um desafio em como organizar os ambientes para que o programa da empresa Pena Moura França Advogados Associados coubesse no espaço. Desse modo, foi preciso aliar uma série de fatores como a organização espacial e a escolha dos materiais (madeira, cimento queimado, ladrilhos hidráulicos, serralheria etc.) para que o projeto tivesse uma seriedade, própria de escritórios dessa área, como também uma contemporaneidade com o uso das cores e da combinação desses diferentes materiais.

Em que situação gosta de usar porta mimetizada?

O uso desse estilo de porta se configura como importante para nós em situações que se faz necessário deixar o ambiente mais amplo e moderno ou integrado a outro espaço, bem como quando queremos camuflar ambientes. No nosso caso, as portas mimetizadas (ou invisíveis) da copa céu, quando totalmente abertas, têm a intenção de fazer com que o ambiente se integre com a recepção. Assim, é possível criar usos para esse espaço, que pode ter momentos de descompressão durante a rotina, além de servir como apoio às reuniões da empresa.

Qual o tipo de porta: pivotante, de correr, normal, camarão? Qual a indicação em cada caso?

Na copa céu utilizamos um sistema peculiar com dois tipos de portas mimetizadas incluídas no painel de madeira. A do lado esquerdo é do tipo pivotante, por conta das portas dos lavabos adjacentes (não seria possível a porta correr do lado esquerdo por conta dos acessos dos lavabos que são no mesmo painel). Já a do lado direito é de correr para ficar totalmente camuflada e assim propiciar a integração completa com a recepção. O uso de cada tipo de porta varia de acordo com as especificidades do projeto, seja na questão do conceito ou das preferências do cliente.

Pode-se mimetizar em qualquer material? Madeira, alvenaria, drywall….? qual o segredo de um mimetismo perfeito?

Portas mimetizadas são geralmente fabricadas em madeira e/ou MDF, mas podem ser também em serralheria ou dry wall. Quando executadas em drywall, podem dar uma aparência mais camuflada na alvenaria, mas para isso teriam que ter ferragens especiais para assim se ter uma melhor eficiência. Essas portas mimetizadas também podem ser revestidas com pedras, ladrilhos hidráulicos ou outros materiais, conforme o conceito do projeto, fazendo com que se tornem totalmente invisíveis.

Copa – Conjunto Itália
Foto: Alexandre Disaro

 

No caso do seu ambiente – justifique a escolha do material e do tipo de porta?

A madeira, material escolhido para a porta, tem a intenção de trazer modernidade ao projeto, esquentar o ambiente visto que a laje e o piso da recepção são de um material mais frio, além de ser um material que é muito utilizado em escritórios de advocacia. Escolhemos a porta mimetizada, pois ela ficaria mais agradável visualmente devido estar em conjunto com um extenso painel de madeira que faz uma divisão de ambientes no projeto, além de proporcionar diferentes usos para a copa.

Madeira? Com que acabamento?

Sim, o material utilizado na porta foi um MDF revestido em folha de madeira Carvalho Americano. Utilizamos esse acabamento por ele ser mais claro e assim ampliar o ambiente, reforçando sua modernidade.

Qual o tamanho da porta ou abertura?

 O sistema de portas mimetizadas é composto por dois modelos: o de correr, que tem 1,95m de comprimento e o pivotante, que conta com 1,06m de abertura, totalizando 3,01m de abertura. A altura das portas é de 2,26m.  Esse sistema está incluído dentro de um painel de madeira de 8m de extensão.

Qual a importância da escolha certa das ferragens?

É preciso verificar bem a escolha do fornecedor das ferragens antes de enviar o projeto para execução. Para isso, é preciso fazer uma pesquisa de boas marcenarias que trabalham com ferragens apropriadas e de qualidade. Assim, evita-se problemas de regulagens e qualidade das peças, que podem ocasionar problemas futuros no desempenho da porta.

Puxador é um problema para quebrar a uniformidade?

Dependendo do conceito do projeto ele pode realmente gerar uma quebra da uniformidade. No nosso caso queríamos algo uniforme por conta do painel, assim optamos por utilizar uma pequena cava para assim ficar mais imperceptível.

No caso do seu ambiente, por que optou por mimetizar?

Foi importante a mimetização dessa porta, pois ela faz parte da composição de um painel de madeira de mais de 8 metros e que é destaque no projeto, atuando como importante delimitador de ambientes. A mimetização foi significativa para que houvesse uma integração entre os ambientes da copa e recepção, podendo assim assumir novos usos quando as portas estiverem totalmente abertas.

Os painéis com portas mimetizadas já foram uma tendência, certo? Quando eles eram usados na decoração? Anos 80?

As portas mimetizadas são utilizadas na decoração já há séculos, muitas casas antigas contam com passagens secretas e escritórios com acessos camuflados. Mas foi a partir dos anos 80 que ganhou maior destaque na decoração. Atualmente, são muito utilizadas para gerar modernidade e integrar ambientes.

Qual a dica que vc daria para quem quer fazer uma porta mimetizada?

A contratação de um profissional especializado para realização do projeto e execução da porta mimetizada é a principal dica para quem fazer uma porta com essa linguagem. É importante também verificar os custos, pois dependendo do modelo (pivotante, correr, camarão etc.) pode haver modificação dos valores.

Execução da porta é de que empresa?

A Marcenaria Novaes Ferreira, especialista em móveis de alto padrão, foi escolhida para a realização da porta e do respectivo painel.

Lavabo – Conjunto Itália
Foto: Alexandre Disaro

Posts relacionados